Arquivo da categoria ‘Decreto Domincal no mundo’


1 milhão de cidadãos necessários para solicitar o Dia da Criança

Saiba mais

Papa Bento XVI e Martin Kastler

Martin Kastler: EU possível Decreto

Anúncios

A visita que Bento XVI fará ao Reino Unido entre os dias 16 e 19 de setembro deste ano já está na fase dos últimos preparativos.

Possivelmente  Bento XVI procurará fazer uma  boa demosntração publica do poder católico, e se possivel dará um  grande passo para a santificação do domingo.

Para aqueles que não conheçem Martin Kastler,esse homem tem um  projeto  que anseia obter um milhão de  assinaturas na União europeia, para aprovar leis que obriguem as pessoas a quardar o  domingo,atualmente essa lista possuí  cerca de 18.000.00 assinaturas

Leia esse post para saber mais do  PROJETO

Agora eu  penso,enquanto muitos dizem que não  haverá decreto  dominical e que tudo isso  é bobagem,basta Bento XVI convidar as pessoas a  aceitarem  esse projeto e  tudo estará feito,com tanto poder em  suas mãos,será façil para alcançar  um milhão de assinaturas


Deputado Democrata-Cristão alemão Martin Kastler  lançou Uma petição online, arrastando com UM Milhão de Assinaturas vai obrigar a comissao a considerar o seu pedido. A campanha se chama “Mum and dad belong to us on sundays ” ”Mamãe e papai nos pertence ao domingo.” A petição recebeu 17,903 mil assinaturas até agora.

Agora, poucas pessoas gostam de trabalhar aos domingos e é difícil argumentar contra a necessidade de algum tempo, de boa qualidade com a família pelo menos uma vez por semana.

“O que estamos vendo não é realmente uma surpresa. É sempre a estratégia de satanás no poder  ”

A forma como Martin Kastler vê: deveria haver uma lei que proíba as lojas em toda a Europa de abrir aos domingos.

Ele já começou a recolher assinaturas de apoio. E em breve,  uma cláusula de pouco debatida no novo Tratado de Lisboa, a UE pode ser obrigada a considerar a elaboração de tal legislação.

“Para mim, o domingo é um dia da família”, disse Kastler, um membro alemão do Parlamento Europeu que está sendo pressionado pela sua mulher, grupos de igrejas e sindicatos.
Ninguém sabe ao certo o que o cidadão europeu pode querer . A maioria nem sequer está consciente de seus novos direitos. Quando a UE pediu para comentário público sobre a sua regulamentação proposta, menos de 180 pessoas responderam à chamada.

Em alguns países, os assinantes, terão de entregar seu passaporte ou números de cartão de identidade nacional para ajudar a prevenir a fraude – outra exigência, que levou muitas objeções porque alguns cidadãos estariam dispostos a dar essa informação para alguém que  está a recolher assinaturas em uma esquina, por exemplo .

A etapa final é para acumular 1 milhão de assinaturas. Nesse ponto, a comissão seria obrigado a propor legislação e dar uma razão por que não no prazo de quatro meses. Alain Lamassoure, membro francês do Parlamento Europeu que lutou para incluir a iniciativa do Tratado de Lisboa, disse que muitas das restrições propostas eram razoáveis, apesar de alguns ajustes finos podem ser necessários.

Ele acredita que os cidadãos podem fazer importantes contribuições legislativas nas áreas que são por vezes esquecidas.
Ele também quer que o limite temporal aumente para 18 meses de 12 para facilitar a coleta de assinaturas. E ele quer um sistema de recurso, se a Comissão Europeia não decide agir.

Kastler tornou-se membro do Parlamento Europeu por um ano, em 2003, depois retornou em 2008. Embora isso não lhe dá a capacidade de legislar. Sob a lei atual, que é quase exclusivamente da competência da Comissão Europeia, um grupo de funcionários nomeados pelos países-membros.

Agora, com a iniciativa dos cidadãos, ele pode se aproximar de seu objetivo. Desde fevereiro, ele recolheu cerca de 18.000 assinaturas, provavelmente no final deste ano, ele acredita que irá receber o restante.

Seu slogan é “Mum and dad belong to us on  sunday.”

Apesar de ele ainda tem que levantar bastante dinheiro para um escritório, folhetos, adesivos ou panfletos de publicidade.

“É muito difícil para alguém que só tem uma idéia, mas não apoio”, disse Kastler. “Sem o apoio de grandes organizações, não é tão simples de se criar um debate na Europa.”

Para alquém que  sem  apoio  consequiu  afetar tanta gente , é bom abramos nosso olhos porque  em  breve virá uma lei  que  no fará maus diantes do olhos humanos,mas santos diantes de DEUS


Sinta-se livre e de uma olhada  no site de Martin Kastler ”Inglês”: http://www.free-sunday.eu/en

Kastler começou a  primeira Iniciativa euroeia dos Cidadãos
desde a ratificação do Tratado de Lisboa.

Sua iniciativa para um domingo  livre na Europa é apoiada pela Igreja Católica Romana ”Comissão das Conferências Episcopais da Comunidade Europeia (COMECE) e muitas igrejas evangélicas.”

Seus objetivos comuns são:
Precisamos de um domingo de trabalho livre em toda a Europa,

• Porque as crianças precisam de um dia da família, que é protegido como um dia de folga do trabalho

•Porque isso traz a Europa para a frente em seu caminho para tornar a região mais amiga da criança no mundo

•Porque de acordo com a legislação da UE, domingo é o dia de descanso semanal para crianças e adolescentes

• Porque nunca escolas e instituições públicas  nunca  se utilizaramdo domingo e não pretendem fazê-lo no futuro – apesar de várias origens religiosas, culturais e étnicos

• Porque estudos comprovam os efeitos positivos para a saúde de um  domingo livre do trabalho

• Porque cada pessoa precisa de tempo livre – para relaxar, para ser ativo na sociedade civil, para lazer e para a religião

• Porque o domingo livre de trabalho   é um pilar essencial do Modelo Social Europeu e uma parte do património cultural europeu.

Este projeto já conta com 16,903 mil asinaturas que  apoiam, veja lista AQUI

Tenho lido muitas os escritos de Ellen G. White.  E se na Europa o decreto for implatado então, então sua visão estará cumprida.


Adventistas do Sétimo Dia estão  acompanhanado  uma proposta de um membro do Parlamento Europeu quer que as empresas na Europa para fechem as suas portas aos domingos.

Martin Kastler membro do Parlamento da Alemanha está pedindo  aprovação de leis semelhantes em todo o continente para os  seus países de origem, que incentivem os funcionários a ter um dia fora do trabalho para ficar com suas famílias.

Uma petição recentemente promulgada exigiria o corpo 736 membros para elaborar uma legislação desse tipo,
Apesar de muitos adventistas viverem  na Europa e adorarem em países com leis semelhantes, a Igreja tem tradicionalmente contráriado essas leis, citando a discriminação religiosa possível.

“Nós concordamos que as pessoas precisam de um dia de descanso, mas queremos ter a certeza de que não seja o domingo”, disse John Graz, Relações Públicas e Liberdade Religiosa (PARL) diretor  da Igreja Adventista a nível mundial e secretário-geral do International Religious Liberty Association.

“Esperamos que aqueles por trás da proposta compreendam a dimensão pluralista da sociedade europeia e hoje a importância de respeitar diferentes crenças religiosas”, disse ele.

“Na minha opinião, esta evolução é preocupante e pode levar a uma escalada de tensão entre diferentes grupos”, disse Nowak.

por Ansel Oliver ANN


Supermercado prevem fechamento aos domingos por  causa de crise  elétrica
Uma espécie de  parada nos centros de estabelecimentos de alimentos foi a proposta apresentada Ansa para considerada pelo governo. A intenção da corporação é procurar o conselho do Executivo para determinar a viabilidade da oferta. Conindustria adverte que situação energética afeta  7 mil 400 fábricas

CARACAS .- shopping centers Não só começaram a considerar seriamente encerramentos temporários devido à crise energética que o país enfrenta. A Associação Nacional de Supermercados e Afins (ANSA) propôs ao Executivo que as vendas de alimentos  aos domingos em  mercado parem, a fim de cumprir a meta estabelecida pelo decreto para reduzir o consumo de electricidade de 20%.

O presidente Ansa, Anaclet Texeira, disse que também foram relatados com os ministérios da Electricidade e Energia. A intenção é procurar o conselho do governo para determinar viabilidade da oferta.

A agência também sugere a criação de cronogramas para a redução do tempo de trabalho em pelo menos duas a três horas diárias, mas são mais inclinados para fechar o domingo como saída. Ele também destacou a disposição com a rede de mercados para ajudar a parar a crise de energia elétrica.

Poupança fiscal
O Executivo publicou no ano passado, três decretos ordenando os setores industrial e comercial para reforçar a poupança de electricidade.

O sistema possui atualmente um déficit de 600 mil megawatts (MW) entre produção e demanda de eletricidade, enquanto que os níveis de Guri (fornecendo 70% da eletricidade) ainda estão em declínio.

Fedecamaras presidente, Noel Alvarez, disse a um portal de Internet, que nos próximos dias irá discutir a proposta de declarar um dia de pé, tanto comerciais como residenciais. “Um monte de (lossectores comerciais têm procurado reduzir o consumo de electricidade através da adopção de medidas como a redução do horário de trabalho e os resultados não foram alcançados”, disse

Conindustria presidente Carlos Larrazabal, informou que 7 mil 400 empresas foram atingidas pela crise de energia elétrica. Segundo os números que funcionam as câmaras regionais, a produção nacional registrou uma queda entre 9% e 32% devido a quedas de energia e racionamento impostas pelo governo.

Larrazabal referir que as empresas mais afetadas são aquelas encontradas no interior do país, uma vez que são mais freqüentes apagões e reiterou que as mudanças drásticas de ser feito para alcançar uma redução de 20% no imposto sobre o consumo por parte do governo nacional atingiu mais longe. “Uma empresa que tem 44 horas de trabalho e corte de 14 horas de luz está a remover cerca de 32% das horas de produção”, disse ele.

Ele observou que os fabricantes estão cientes da situação e preparados para contribuir com seu grão de areia, mas exigem que sejam tomadas medidas são concertadas.

Ele disse que há três semanas, enviou uma carta ao ministro da Eletricidade, Ali Rodriguez, mas não receberam resposta. Acrescentou que existem empresas que levantaram plástico para reduzir o horário de trabalho.

La Electricidad de Caracas (EDC) anunciou que começa próxima segunda-feira irá suspender o serviço por 24 horas para as indústrias, lojas e escritórios da Grande Caracas, que não reduziram seu consumo em 20%. Esta é a segunda medição feita pela empresa.

Renne:

A intenção de muitos é a mesma de  Sátanas – para forçar a todos a respeitar as opiniões religiosas dos legisladores que em  oculto sugerem idéias que surgem nas  mentes  do demonios.

Mantenha os olhos abertos. À medida que o drama se desenrola, A mudança do quarto mandamento foi tentada gradualmente ao longo de um período de tempo de modo a não provocar ninguém. Mas a mudança é uma obra-prima do trabalho de Satanás.


https://i2.wp.com/w3.ceci.com.tw/english/marshall_islands.jpg

A Associação Norte Americana de Liberdade Religiosa  enviou esta reportagem como um alerta”

A República das Ilhas Marshall está a considerar a passagem da Lei n º 66, que se aprovada será conhecida como “ observância do domingo“. o pessoa não deve se envolver em negociação da profissão ou a prática de conduta empresarial ou comercial no domingo – mas existem exeções.Essas  permitiria hotéis, restaurantes, aeroportos e suas lojas, e os portos marítimos de serem aberto sem restrições.Os fornecedores que abastecem lojas “propositadamente para a venda de alimentos” podem ser abertas a partir das 12 horas de domingo .

Infratores individuais devem pagar uma multa de até US $ 200 ou até três meses de prisão; corporaçõespagaram multas de até US $ 1.000.

Rob Erich, de uma Escola de Professores de Estudos Sociais, em Escola Adventista do sétimo dia  em Majuro, observa que há um sentimento geral na comunidade de que “o país tende a crescer muito ,e uma nação cristã deve incentivar a freqüência à igreja.” Há também uma preocupação de embriaguez no domingo que está “causando problemas quando os outros estão tentando adoração”.

Erich e colega professor Rudy Estanque participaram da deliberação do Projeto de Lei no Legislativo . “Os principais menbros da comunidade reuniram-se para debater esse projeto, foram os pastores de várias igrejas”, ele disse: “- muito poucos donos de empresas  estavam presentes. Quando a reunião começou, o procurador-geral afirmou que a lei era inconstitucional, seguido por muitos líderes da Igreja afirmando que era uma boa idéia (com o líder ocasional contra ele) “.

A Erich e Estanque foram dadas  oportunidades de fazer uma apresentação. Eles elogiaram a Nitijela no seu desejo de proporcionar, tanto para a nação física e bem-estar espiritual e terminou desejando a direção de Deus em fazer a decisão difícil.

Os professores alegaram que a conta foi de encontro a Constituição RMI. O Deus da Bíblia  incentiva uma relação baseada no amor, não pela força. Como adventistas os professores notaram que mesmo se a lei fosse para promover estas atividades no sábado ao invés de domingo, eles ainda seriam contra tal lei como eles acreditam um culto forçado não é o que Deus deseja.

“A resposta adequada a rastejar secularismo não é legislativo, mas espiritual”, disse Alan Reinach, diretor de Assuntos Públicos da União do Pacífico da Conferência da Igreja Adventista em Califórnia “, o clero deveria se unir e jejuar e orar para o avivamento. Podemos reconhecer a legitimidade do problema, mas propor uma solução mais eficaz. Nem todos os problemas são suscetíveis a correções legislativas “.

Fonte:Adventist today

O que falta para tomarmos uma decisão ao lado de Deus??

Abramos os nossos olhos!!

Cristo vem logo!!!