Arquivo da categoria ‘Graça’

Justos Sem Lei?!

Publicado: abril 30, 2011 em Graça, Uncategorized
Tags:, ,

Num mundo conturbado onde muitas religiões tem surgido, vemos coisas absurdas que tem espantado muitas pessoas da presença de Deus,coisas que tem levado pessoas a crerem que Deus não existe e que não há um povo que realmente seja diferente para DEUS, pessoas que realmente estejam fundamentadas na palavra inspirada que vem da bíblia.

Deus anseia por se encontrar com filhos fiéis que estão espalhados por um mundo confuso de religiosidade cheia de coisas que deturpam as que são santas a DEUS.

Quando se ouve de pessoas santas imagina-se, seres perfeitos que vivem no céu, é claro, aqueles que vivem lá são santos, mas aqui na terra?

O que Deus Diz:

Seria porventura o homem mais justo do que Deus? Seria porventura o homem mais puro do que o seu Criador,E é evidente que pela lei ninguém será justificado diante de Deus, porque o justo viverá da fé. Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros, para que sareis. A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos

Porque os olhos do Senhor estão sobre os justos, E os seus ouvidos atentos às suas orações; Mas o rosto do Senhor é contra os que fazem o mal. Porque também Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus; mortificado, na verdade, na carne, mas vivificado pelo Espírito; Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça. MEUS filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo, Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus; Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram.

O JUSTO VIVERÁ PELA FÉ,

A FÉ SEM OBRAS É MORTA,

ANULAMOS A LEI PELA FÉ?

NÃO,ANTES CONFIRMAMOS A LEI.

Porque os que OUVEM a lei não são justos diante de Deus, mas os que praticam a lei hão de ser justificados Aquele, porém, que atenta bem para a lei perfeita da liberdade, e nisso persevera, não sendo OUVINTE esquecidiço, mas fazedor da obra, este tal será bem-aventurado no seu feito.